AMIGOS MAIS QUE ESPECIAIS

terça-feira, 29 de junho de 2010

DITOS POPULARES

Oieeeeeeeee

Gente sempre fiquei intrigada com alguns ditos populares, tem coisas que não fazem  o menor sentido!!!

E... nessa andança pela net me deparei com o verdadeiro significado das frases, infelizmente não me lembro onde consegui o texto, se tiver alguém que saiba, por favor me avise para colocar os devidos créditos!!!




Popular: 'Esse menino não pára quieto, parece que tem bichocarpinteiro'
"Minha grande dúvida na infância... Mas que bicho é esse que é carpinteiro, um bicho pode ser carpinteiro???"
Correto: 'Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro'
"Tá aí a resposta para meu dilema de infância!"


Popular: Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão.'
Correto: ' Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.'
"Se a batata é uma raiz, ou seja, nasce enterrada, como ela se esparrama pelo chão se ela está embaixo dele?"

Popular: 'Cor de burro quando foge.'
Correto: 'Corro de burro quando foge!'
Burro muda de cor quando foge??? Qual cor ele fica??? Porque ele muda de cor???"
Lógico que se ele fugir e vier para cima você ira correr.

Popular: 'Quem tem boca vai a Roma.'
"Bom, esse eu entendia, de um modo errado, mas entendia! Pensava que quem sabia se comunicar ia a qualquer lugar!"
Correto: 'Quem tem boca vaia Roma.'
(isso mesmo, do verbo vaiar).

Popular: 'Cuspido e escarrado'
Quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa.
 Correto: 'Esculpido em Carrara.'
(Carrara é um tipo de mármore)

Popular: 'Quem não tem cão, caça com gato.'
"Entendia também, errado, mas entendia! Se não tem o cão para ajudar na caça o gato ajuda! Tudo bem que o gato só faz o que quer, mas vai que o bicho tá de bom humor!"
Correto:'Quem não tem cão, caça como gato'.
(ou seja, sozinho!)

Depois dessa posso até dormir melhor, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

bjkssssssssssssssssssssss

16 comentários:

Rita Vieira disse...

kkk..eu já tinha lido por aí, mas com essas ilustrações, ficaram muuuuito melhores! rsrs

Beijoca!

Dáfni disse...

Adorei! Eu também entendia errado, e agora "clareou" um pouquinho... é pra dar muita risada!

Beijos

Amanda Luna disse...

kkkk eu amei este post... eu entendia tudo errado. nossaa!!! kkkk
beijão
sermulhereomaximo.blogspot.com

Ângela disse...

esqueci de dizer que adorei a roupinha nova do blog.

Ângela disse...

Oi querida, tudo bem com vc??
adorei o post, dei muita risada....
adoro estes ditos popular, tem cada um, outro dia ouvi dizer que o marido traido é igual pano de toureiro, leva tanto chifre!!!!!!! (rsrsrs).
Apareça por lá, sinto sua falta.
beijokas

Cintia Branco disse...

Bárbara,

Adoro essas coisas e como elas entram no nosso dia a dia, porque mesmo sabendo do real significado, eu continuarei falando como antes, rsrs, questão de cultura popular e tradição.
Beijos

Uska B Hope disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

O que mais falar... Depois de anos falando asneiras... E o pior de tudo foi ouvir meu filho de 13 anos dizer, eu sabia das correções... Fala sério!!!!

Uska Hope
http://uskab2.blogspot.com/

*Ronilda *Reis disse...

Oi amiga! Lendo esses ditos, lembrei de uma frase que cresci ouvindo minha mãe repetir quase que diariamente: "gente besta é o cambão do cão derrubar juá podre"... vixe! o que será que ela queria dizer com isso? decifra essa pra mim, amiga! rsrsrsr


bjimmm

Janetinha disse...

kkkkkkkkkkk... Adorei!

pensandoemfamilia disse...

Olá
Esses ditos populares ganharam outro perfil com suas ilustrações.
bjs

calma que estou com pressa disse...

oi barbara- dorei saber do veradeiro significado dos ditados populares- da onde veio -
tem uma de minas
sem eira nem beira-
aprendi lá em Tiradentes- antigamente os ricos tinham aquelas eiras depois dos telados(tipo umas madeiras talhadas) e qem tina beira - ou seja dois enfeites no telhado- era rico - então os cobradores de impostos batiam nesta casa para cobrar os impostos porque eram considerados ricos- e quem não tinha- casa simples eles nem entravam sem eira nem beira!
- e o pé de - moleque -
o guia de sabara nos falou que as mulheres faziam este doce com amendoim e deixavam esfriar na janela - passavam os moleques e roubavam - ea muherada falava - pede moleque , mas não rouba !
então pé-de-moleque - na verdade é pede moleque!
gostou ? informações de sua guia aleatoria de Minas
bjs

Sherol Vinhas disse...

Eu já tinha visto este texto e também achei o máximo.
Ficou lindo o blog viu?
bjs

Lola Sciwinzki disse...

Barbara eu já tinha visto esse texto, mas me acabei de rir do burro.
Muito bonitinho!!
kkkkkkkkkk
bjks.

Marta disse...

Adorei isso.. muita coisa falamos e nem tem o mínimo sentido, né? uhauauahua
Beijocas

Simone Scharamm disse...

Ah, que bacana! Não conhecia essas explicações, não! Adorei!!!
Beijocas!

Cafofo da Fran disse...

kkkkkk
adoreiii

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails