AMIGOS MAIS QUE ESPECIAIS

domingo, 24 de abril de 2011

COELHINHO DA PÁSCOA QUE TRAZES PRA MIM???

Olá amorecos...

Hoje é dia de ovos, alegria, comemorar a ressureição de nosso salvador!!! Como dito ontem falerei sobre os dois símbolos que faltavam!!!

O OVO
Até o século XV não existiam registros nem costumes ligados à Páscoa, mas, popularmente, dizem que os primeiros povos a presentear com ovos foram os missionários e os cruzados, na Europa ocidental.

Povos medievais pintavam os ovos de vermelho para representar o sangue de Jesus Cristo.

Com isso, os cristãos passaram a adotar a ideia, que se tornou uma tradição de sua cultura.

Porém, a China também tinha o hábito de presentear com ovos de pata pintados, como celebração à vida. Mas estes não eram cozidos, não eram para o consumo.

O ovo tornou-se símbolo da vida em razão da sua capacidade vitalícia. De dentro de uma casquinha tão frágil sai um ser vivo. Através da ciência, foi comprovado que é uma célula e, portanto, origina vida.

No antigo Egito, na Grécia, em Roma e na Pérsia, era comum o consumo de ovos cozidos durante as festividades. Um marco desse costume era a chegada da primavera, onde as pessoas os pintavam com flores e elementos da natureza, para dar de presente.

Ovos pintados à mão e ovos enfeitados com ouro e pedrarias

Ao longo dos anos, o ovo passou a ser reconhecido como o princípio da vida, um elemento cristão que representa a ressurreição de Jesus Cristo.

O rei da Inglaterra, Eduardo I, passou então a presentear a realeza com ovos banhados a ouro e decorados com pedras preciosas.

Curiosamente, as pessoas foram mudando os ovos, dando a eles características mais bonitas e ricas, além de recheios saborosos, para presentear os entes queridos.

Somente no século XVII surgiram ovos mais interessantes, como os recheados de chocolate e bombons.

A primeira fábrica de chocolates surgiu em 1819, criada por François Louis Cailler. Mas somente no século XX, em 1960, que surgiram os primeiros ovos industrializados, feitos de plástico, também recheados de bombons e chocolates.

Com o passar dos anos, com a criação do comércio e a obtenção de lucro, foi que o produto ganhou aperfeiçoamento e qualidade, tornando-se mais saboroso e com recheios mais variados.

Hoje em dia podemos encontrar uma grande diversidade de ovos, a fim de agradar os mais diversos gostos. Existem ovos para crianças, recheados com brinquedinhos; ovos para casais, recheados com bombons de morango e em formato de coração; ovos personalizados, recheados com presentes especiais; dentre outros.

O importante é não esquecer que o ovo é símbolo da ressurreição de Cristo, que representa a vida e por isso faz parte da festa da páscoa.

O COELHO
Na Antiguidade, os povos escolheram a lua para determinar a data da páscoa. Como o coelho era tido como um símbolo da lua, passou também a ser considerado um símbolo da páscoa.

Os coelhos são mamíferos, roedores, que se reproduzem de forma rápida, tendo grande fertilidade. O seu período de gestação não passa de quarenta dias, tornando-se símbolo da preservação da espécie.

Para os cristãos, a páscoa é marcada pela ressurreição de Cristo, pelo Seu renascimento, pelo surgimento de uma vida nova. Além disso, a sexta-feira santa é a data assinalada pelo sofrimento e crucificação de Cristo.

Existem algumas curiosidades sobre a história do coelho da páscoa. Na Alemanha, as crianças esperam ovos dos coelhos. As crianças tchecas confiam que os presentes são ofertados por uma cotovia (ave campestre). Na Suíça, são os cucos que levam os ovos de presente e, no Brasil, a tradição do coelho, que veio no final do século XIX.

Outra história põe sentido à tradição do coelho representar um símbolo da páscoa, uma vez que este simboliza a igreja. A igreja tem a missão fecunda de propagar os ensinamentos cristãos, a palavra de Deus, para todos os povos; sem distinção, ou seja, aumentar a quantidade de discípulos. Assim, uma grande quantidade de pessoas é representada pela fertilidade do coelho.

Há uma lenda que marca a história do coelho da páscoa. Ela conta que uma mulher pobre, que não tinha como presentear seus filhos no domingo de páscoa, cozinhou alguns ovos de galinha e os pintou. Ela teve a ideia de colocá-los dentro de um ninho e escondê-los no quintal da casa, entre as plantas. Quando as crianças encontraram os ovos, um coelho apareceu por perto e fugiu; as crianças acreditaram que ele havia colocado os ovos para elas, assim a história se propagou.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Texto: AQUI e AQUI

8 comentários:

ADri@n@ disse...

oi lindona...

passei para desejar um otimo domingo de pascoa para vc.,
bjo

Cintia Branco disse...

Bárbara,

Querida, Feliz Páscoa para você, Bela, Edu e o maridão.
Grandes beijos

madalena_ disse...

Que o seu coração

esteja em páscoa...

Páscoa consciência,

páscoa vida,

páscoa família

e consigo mesmo...

Demétrio Sena

Beijos

Adriana disse...

AMIGA, FELIZ E ABENÇOADA PÁSCOA PRA VC!!!

BEIJOSSSSS

Simone Scharamm disse...

Querida, que o seu domingo seja maravilhoso!
Feliz Páscoa!
Adorei a lenda dos ovos pintados!
Beijos!

Monalise Nogueira disse...

Feliz Páscoa!!! Beijos

Lu Saharov disse...

Olá, Jussara! Achei muito interessante seu post sobre a Páscoa. Tem uma história curiosa sobre a lebre da Páscoa, que está na mitologia da deusa Eostre. Você vai gostar! Beijinhos da Blogueira Unida
Ludmila!

Nivia disse...

Oi passei para conhcer o blog já estou seguindo, vou ver se me lembro dos nomes dos desenhos para participar da gincana, heheheh alguns eu me lembro e assistia. Quando tiver um tempo passa no meu blog para conhecer, abração Nivia blog tecidinho.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails